sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Divagações sobre o patriarcalismo....

video

Agradecimento especial ao João Lopes que me ajudou na sincronização de voz e imagem!

Esse foi apenas um teste, peço desculpas antecipadamente pela qualidade do áudio...


quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Moço, me desculpe....

Já dizia Nietzche:
“Nunca é alto o preço a pagar pelo privilégio de pertencer a si mesmo”....
Sabe, as mulheres, hoje em dia, são legais, bem resolvidas, inteligentes e muito prestativas. Gostam de cuidar, querem ser cuidadas, ou não,  mas isso não quer dizer que se sujeitem a fazer papel de amélia e dizer amém para tudo que você quiser. Lugar de mulher não é na cozinha, ou cumprindo papeis que ela prontamente se recusa a seguir, lugar de mulher é onde ela quiser...
Sei que não deve ser fácil ser homem hoje em dia, aposto que sente sua masculinidade posta em cheque o tempo todo, ou se faz parte do número de homens que admiro e ficam felizes em ver o empoderamento feminino, deve ser triste ter que desconstruir o machismo o tempo todo, ou ter que conviver com ele.... Se faz parte do segundo grupo, esse texto não é para você. Caso não faça parte, vamos falar disso agora?
Você se sente pequeno quando sua companheira ganha mais do que você ou resolve sair com suas amigas para ver um jogo de futebol ao invés de ficar em casa esperando que chegue do trabalho com o jantar pronto?
Alias, você se sente perplexo quando uma mulher diz que não gosta de cozinhar e não se imagina casada, com filhos, cercada pela rotina, fazendo trabalhos domésticos? Você acha que o sonho de toda mulher é casar, ter filhos e cuidar de casa e do marido e se alguma diz que não quer isso é mal amada, encalhada ou infeliz?
 Como se sente ao lado de uma mulher inteligente, que saiba discutir sobre filosofia, futebol, economia, política e ainda é capaz de falar amenidades? Que transita entre assuntos complexos e simples, que tem atitude e não se enquadra nos padrões que esperam dela?
Você termina o namoro e fica com todas as amigas de sua ex, mas se acontece o contrário considera-a como alguém baixa, vil, Geni, que é boa de apanhar e boa de cuspir?
Moço, nesses casos, a palavra para 2016 é desconstrua-se!!!!!
Moço, me desculpe pelas negativas que receberá ao tentar impor algo na vida de uma dessas mulheres que não faça sentido para elas... Peço desculpas pelos “não, não sou obrigada” que receberá, ou desculpa por não pedir desculpas, afinal, ninguém é obrigada a nada....
Na verdade moço, não somos nós que devemos pedir desculpas, é você...
Peça desculpas por cada vez que tratou uma mulher na rua como um pedaço de carne e usou de palavras de baixo calão para “elogiá-la”, ao usar expressões que não gostaria que alguém falasse para sua mãe, irmã ou filha....
Peça desculpas pelas vezes em que assumiu seu lado dominador e tentou impor um padrão de beleza para sua companheira, comparando-a com antigas namoradas, ou deixou de olhar para ela por não corresponder às suas expectativas, que a agrediu verbalmente, fisicamente, que a intitulou como "biscate", "puta" por não se adequar à sua visão de mundo, deixando marcas com as quais até hoje ela luta para superar....
Peça desculpas por se achar o sexo forte, macho alfa, dominador, topo da cadeia evolutiva, por concordar com a diferença de salario para mesmas funções pelo simples fato de ser mulher.
Peça desculpas por saber o quanto é difícil ser mulher no Brasil e nunca pensar em fazer nada para atenuar essas discrepâncias que insistem em assolar nossa sociedade...
Sabe moço, eu tive sorte... desde pequena sempre tive uma arma: meus livros. Sim, brincava de barbie, casinha, mas também brincava de cilada, de desenhar, eu sabia que não precisava ser uma princesa, eu podia ser uma super-herói, vencer o mundo e não precisava casar e ter filhos para isso, para ser completa. Eu sabia que isso era fruto de escolha e nunca de imposição, mas você já parou para pensar quantas não tem a mesma sorte que eu? Mulheres que nascem com a ideia de que necessitam de um homem para ser realizadas, porque a sociedade machista e patriarcal assim dispõe? Essas mulheres muitas vezes são chamadas de românticas, carentes, pelas mesmas pessoas que  incentivam essa dependência e perpetuam que lugar de mulher é dentro de casa, cuidando do marido e dos filhos, elas são produto do meio, que consomem sua liberdade e individualidade e que ao mesmo tempo cospem seus sonhos....
Sabe moço é estranho....

De quem é a culpa e de quem se cobra essa conta?

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Desconstrução


                                                                   Ando
            D
E
  S
    C
       O
            N
S
 T
                R
                   U
                      I
                       N
                          D
                            O
As minhas verdades
Meu castelo de ideias ruiu
E o que restou Foi o silêncio que grita
A dor silenciosa de uma palavra não dita
A partida dolorosa
O fechamento para a vida....

Ando desconstruindo os meus preconceitos,
combatendo a estagnação,
lutando contra a inércia....
Ando a desconstruir o machismo,
O patriarcalismo....
E assim,
Reconstruindo
Tento dar um novo significado
Aos meus passos
E chego, finalmente ao ponto crucial desta viagem....
O encontro , não mais aquele encontro
Entre o eu e o tu,
mas entre o eu e a mim mesma...
Eros e Psiquê...
Antes, reconstruindo
Hoje,
                                                            R
                                                          E
                                                       C
                                                    O
                                                 N
                                              S
                                          T
                                      R
                                 U
                            V
                         I
                   N
              D
          O

...

Poema concretista escrito por mim, Carol Masotti